sexta-feira, 20 de agosto de 2010




Espere, volte aqui. Deixe eu te dizer o quanto sentirei sua falta. Espere! Deixe eu te contar que não terei mais motivos para sorrir, que minhas noites serão todas sombrias, e que desconhecerei um simples sorriso. Volte e me deixe te sentir mais uma vez, me deixe te dar o último abraço. Volte para que eu te diga que viverá sempre em minha mente e em meu coração. Espere, deixe-me certificar de que te disse 'te amo's suficientes. Deixe-me relembrar de cada momento, e perceber aonde foi que errei, para então poder concertar tudo. Espere, não vá. Pelo menos me devolva minha felicidade, que a trancarei a sete chaves. Ao menos me diga que serei eterna para você, e te juro que não pedirei mais nada. Antes de partir, me deixe dizer que você iluminou minha vida. Relembrar que sempre que tudo parecia sem sentido, e eu não conseguia encontrar o caminho certo, eu olhava para você. Espere, eu preciso deixar claro que você nunca estará sozinho, que é como não ver o Sol, mas ter certeza de que está lá, em algum lugar. E me deixe somente falar que estarei de braços abertos te esperando, pois no meu coração, aquela parte que sempre te pertenceu, ficará a sua espera. Volte aqui e só me prometa que será feliz, e que sorrirá por mim. Me prometa que serei para sempre a sua estrelinha, e que sempre que olhar pro céu, lembrará que de algum lugar, eu penso em você. Volte e deixe eu te dizer que posso estar a quilômetros de distância, mas que meu coração estará sempre junto ao seu. Espere... Me deixe olhar nos seus olhos, para que não me esqueça a intensidade com que eles brilham. Me deixe presenciar só mais um sorriso, para ficar gravado na minha memória. Corra de volta para cá, e me deixe te olhar mais uma vez. Me deixe segurar suas mãos, e lembrar da sensação de ir ao paraíso. Volte aqui e me deixe ser para sempre a sua menina. Aquela que de onde estiver, estará olhando por você. 

domingo, 1 de agosto de 2010



O-D-E-I-O-!


Eu odeio gente falsa e exibida. Odeio quem se acha só porque tem isso e aquilo, odeio quem quer ser o número um em tudo, quem se faz de coitado. Odeio gente dramática que se finge de tristinho só pra chamar atenção. Odeio ter que acordar cedo, gosto de chuva, mas odeio sair nela. Odeio quem reclama de tudo, se está sol reclama se está chovendo reclama. Odeio pessoas sem responsabilidade, pessoas que sempre se atrasam, pessoas mentirosas. Odeio ser a primeira a chegar aos lugares. Odeio o fato de que a sociedade tem que ser dividida entre ricos e pobres, seria melhor todos de uma mesma classe social. Odeio quem se finge de anti social, ODEIO gente quem fuma e se acha o tal por causa disso, quem vai morrer de efisema pulmonar é você trouxa! Odeio dizer que odeio isso e aquilo, mas é eu odeio e pronto.